sábado. 02.12.2023
Chaves

NOTÍCIAS CHAVES | Sabores de Chaves celebra paladares e homenageia produtores flavienses [com fotos]

Entre os dias 17 e 19 de fevereiro a cidade de Chaves vai voltar a servir o melhor fumeiro da região, produzido de forma tradicional e com o sabor único que os produtores de enchidos já nos habituaram. A edição deste ano contará com uma novidade, o “Canto do Bio”, um espaço onde se pretende vir a conquistar mais adeptos dos produtos biológicos.

A 18ª Feira dos Sabores de Chaves foi apresentada na exploração pecuária de Agostinho Fontoura, em São Vicente da Raia. Este produtor dedica-se à confeção de fumeiro artesanal há mais de uma década e para isso conta com a ajuda da esposa e de outros familiares.

 

Agostinho Fontoura largou a vida agitada no Porto para se dedicar à criação de porcos e à agricultura em São Vicente da Raia.

Decidimos mudar de vida. Tivemos a ajuda de familiares e dos meus pais. A minha avó já fazia fumeiro e as minhas tias, que me ensinaram. Entretanto começaram a surgir algumas oportunidades e fiz a minha primeira feira”, conta o habitante de São Vicente da Raia.

Na exploração de Agostinho Fontoura, a tradição ainda é o que era:Eu crio o animal desde o nascimento até que vai para o abate e a alimentação é toda feita à base de produtos que são aqui cultivados”, garante.

 

Do campo para a mesa

Aqui apenas alguns cereais comprados são adicionados à alimentação dos animais e com a guerra na Ucrânia e o aumento do custo de vida a tarefa em adquirir este bem tornou-se mais difícil: “Comprava um saco de cereais por 9€, neste momento está a 16.50€”, conta Agostinho Fontoura.

Habitualmente este produtor desmancha entre 15 a 20 porcos. Já é assim há alguns anos. Para aumentar a sua exploração precisaria de mais espaço para conseguir dar todas as condições aos seus animais, lembra.

O fumeiro que produz, entre os meses de dezembro e março, é vendido principalmente na região e em algumas feiras gastronómicas, como é o caso dos Sabores de Chaves e da Feira do Fumeiro de Vinhais.

Os principais enchidos que saem de São Vicente da Raia são a alheira, o salpicão e a linguiça.

 

"Sabores de Chaves" também são biológicos 

Este ano o evento contará com a representação do "Canto do Bio", um espaço que nasceu em agosto passado no âmbito do projeto da Bio Região do Alto Tâmega e Barroso e que faz parte semanalmente do Mercado Municipal de Chaves.

Um espaço bem conhecido por Anísio Saraiva que tem uma horta biológica em Vidago. No Torrão da Terra grande parte dos produtos são cultivados por este agricultor que se apaixonou pela região, e de Coimbra veio viver para Vidago.

 

Anísio Saraiva explica que o Torrão da Terra é um projeto que aproxima os consumidores do agricultor, pois as pessoas têm a possibilidade de contactar diretamente com quem produz os seus alimentos.

Este investigador de História da Idade Média de profissão acredita que este conceito é “muito importante para humanizar o produto e garantir a confiança do cliente”.

Na horta biológica de Anísio não há intermediários, ou seja, o consumidor consegue ter os produtos hortícolas em sua casa "praticamente em três horas", o que “potencia as características diferenciadoras dos produtos”.

 

Da horta para a mesa

Os nossos produtos já de si são diferentes, mas o facto de ser uma cadeia curta de fornecimento, não haver frio, o produto praticamente vai da horta para a mesa, faz toda a diferença”, lembra este agricultor, acrescentando que no Torrão da Terra os produtos são todos da época e são cultivados ao ar livre. A ideia é respeitar sempre o ciclo da natureza, salienta Anísio Saraiva.

Questionado sobre o “casamento perfeito” entre os seus produtos hortícolas e os enchidos, a couve penca é o primeiro nome que surge. Mas também a couve toscana ou a couve kale, para acompanhar com feijão e as carnes desta época, são outras das sugestões.

 

Para terminar a refeição, Anísio Saraiva sugere uma infusão de funcho para ajudar a digestão. No último ano foram vendidos meia tonelada de produtos biológicos, um tipo de alimentação mais saudável e que tem atraído cada vez mais adeptos no território.

Há um olhar mais cuidadoso e o facto da região do Alto Tâmega e Barroso se querer posicionar como região bio e o município de Chaves acolher no seu mercado municipal um cantinho biológico” tem ajudado a desenvolver o setor.

A apresentação do certame Sabores de Chaves contou com a presença do presidente da Câmara de Chaves, Nuno Vaz, e dos vereadores Paula Chaves e Nuno Coelho Chaves.

 

Produtores são reis

Nuno Vaz salientou a importância desta mostra gastronómica para a divulgação e valorização dos produtos derivados do porco, mas também para outros alimentos confecionados pelas gentes flavienses, como o folar e o Pastel de Chaves. A iniciativa serve ainda, na opinião do autarca, para divulgar o concelho, com uma “história patrimonial e material muito rica”.

O desafio é que [as pessoas] se possam deslocar à feira dos sabores, com início no dia 17, com uma parte mais institucional, com a presença da ministra da agricultura, e depois dois dias onde queremos que os nossos produtores possam ser reis e possam também aproveitar para interagir, ganhar valor e sobretudo para ganhar mercado”, salientou Nuno Vaz.

 

Os sabores genuínos vão ser servidos à mesa durante três dias no Pavilhão Municipal de Chaves onde estarão presentes 60 expositores e são esperados mais de 50 mil visitantes.

O programa de animação inclui a atuação de ranchos folclóricos, tunas, encenações teatrais e um concerto pela artista Rebeca, no sábado à noite, com entrada gratuita. Serão ainda promovidos vários showcookings, com a presença do conceituado Chef Cordeiro e o apoio da Escola Profissional de Chaves e do nutricionista das Termas de Chaves.

Pelo terceiro ano, o evento apresenta uma causa solidária associada. Produtores, Teatro Experimental Flavienses (TEF) e organização estarão unidos, mais uma vez, para confecionar uma refeição solidária, com um custo simbólico de 3€, valor que reverterá na totalidade a favor de Instituições Particulares de Solidariedade Social do concelho. O prato de “Milhos” será confecionado pela Escola Profissional de Chaves no segundo dia do certame, dia 18. 

 

PROGRAMA:

17 de fevereiro - sexta-feira

14h30 | Abertura

15h00/18h00 | Animação teatral - TEF

16h30 | Cerimónia de abertura oficial, sala multiusos do centro cultural

17h30/20h00 | Animação "Concertinas do Monumento"

20h30 | Atuação das Tunas Universitárias do IPB

23h00 | Encerramento

 

18 de fevereiro -  sábado

10h00 | Abertura

10h30/13h00 | Animação "Concertinas do Monumento"

11h00 | Showcooking pelo nutricionista Filipe Ferreira e Escola Profissional de Chaves

15h00 | Atuação rancho folclórico "Grupo de Danças e Cantares Regionais de Santo Estêvão"

15h00/18h00 | Animação teatral - TEF

18h00 | Showcooking com Escola Profissional de Chaves

19h00 | Confeção do prato "Milhos Solidários", pela Escola Profissional de Chaves

21h30 | Concerto "Rebeca"

23h00 | Encerramento

 

19 de fevereiro - domingo

10h00 | Abertura

11h00 | Atuação do Rancho Folclórico do Grupo Cultural da Serra do Brunheiro

15h00/18h00 | Animação teatral - TEF

15h30 | Showcooking com chef Cordeiro e Escola Profissional de Chaves

20h00 | Encerramento

O programa apresentado pode sofrer alterações**

1 (FILEminimizer)
1 / 36

Certame acontece nos dias 17, 18 e 19 de fevereiro, no Pavilhão Municipal de Chaves. | FOTOS: Anabel G. Simón.

IMG_6007 (FILEminimizer)
2 / 36
IMG_6009 (FILEminimizer)
3 / 36
IMG_6012 (FILEminimizer)
4 / 36
IMG_6015 (FILEminimizer)
5 / 36
IMG_6016 (FILEminimizer)
6 / 36
IMG_6022 (FILEminimizer)
7 / 36
IMG_6024 (FILEminimizer)
8 / 36
IMG_6029 (FILEminimizer)
9 / 36
IMG_6027 (FILEminimizer)
10 / 36
IMG_6026 (FILEminimizer)
11 / 36
IMG_6028 (FILEminimizer)
12 / 36
IMG_6031 (FILEminimizer)
13 / 36
IMG_6037 (FILEminimizer)
14 / 36
IMG_6034 (FILEminimizer)
15 / 36

Agostinho Fontoura, produtor.

IMG_6044 (FILEminimizer)
16 / 36
IMG_6052 (FILEminimizer)
17 / 36
IMG_6050 (FILEminimizer)
18 / 36
IMG_6051 (FILEminimizer)
19 / 36
IMG_6059 (FILEminimizer)
20 / 36
IMG_6054 (FILEminimizer)
21 / 36
IMG_6061 (FILEminimizer)
22 / 36
IMG_6060 (FILEminimizer)
23 / 36
IMG_6062 (FILEminimizer)
24 / 36
IMG_6069 (FILEminimizer)
25 / 36
IMG_6071 (FILEminimizer)
26 / 36
IMG_6072 (FILEminimizer)
27 / 36
IMG_6090 (FILEminimizer)
28 / 36

Anísio Saraiva, responsável pelo "Torrão da Terra".

IMG_6095 (FILEminimizer)
29 / 36
IMG_6087 (FILEminimizer)
30 / 36
IMG_6091 (FILEminimizer)
31 / 36
IMG_6096 (FILEminimizer)
32 / 36
IMG_6098 (FILEminimizer)
33 / 36
IMG_6097 (FILEminimizer)
34 / 36
IMG_6107 (FILEminimizer)
35 / 36

Presidente da Câmara de Chaves, Nuno Vaz.

IMG_6117 (FILEminimizer)
36 / 36
NOTÍCIAS CHAVES | Sabores de Chaves celebra paladares e homenageia produtores...