domingo. 03.12.2023
Provedor da Santa Casa da Misericórdia de Chaves tomou ontem posse para um segundo mandato.  FOTOS: Cátia Portela.
Cerimónia de tomada de posse dos novos órgãos sociais aconteceu na Igreja da Misericórdia. | FOTOS: Cátia Portela.

O provedor da Santa Casa da Misericórdia de Chaves (SCMC), Jorge Pinto de Almeida, tomou ontem posse para o próximo quadriénio, numa cerimónia que contou com a presença do Bispo de Vila Real.

Depois de quatro anos a comandar os destinos da SCMC, Jorge Pinto de Almeida foi reconduzido para um segundo mandado à frente da SCMC, para o quadriénio 2023/2026.

Na sua tomada de posse, o provedor da SCMC fez um balanço dos últimos quatro anos, marcados por problemas financeiros na instituição, pelo aparecimento da pandemia e pela guerra na Ucrânia, que dificultaram a ação da Misericórdia.

Foi muito muito difícil. Não só pelos problemas financeiros que a casa atravessava, pelas dívidas que tinha, não só bancárias, mas também a fornecedores e funcionários, e pela falta de crédito que tinha. Em 2019 nós sabíamos de algumas coisas, sabíamos que não estávamos bem e fizemos um plano de reestruturação”, salientou.

Contudo, o plano de reestruturação não foi possível colocar imediatamente em prática uma vez que a SCMC levou “um corte no dinheiro” durante três meses seguidos, no âmbito de vários acordos de cooperação.

Reabertura da creche de Vidago

Elogiando e agradecendo o trabalho desenvolvido pela equipa que o tem acompanhado dentro da instituição de solidariedade social, assim como o apoio incondicional da Câmara de Chaves, o responsável lembrou algumas das conquistas daquela entidade, como foi o caso da reabertura da creche de Vidago.

A reabertura só foi possível porque o senhor [Nuno Vaz] ajudou a reabrir. Ajudou durante estes anos, de 2019 até 2022, garantindo que os pais apenas pagassem o valor correspondente à comparticipação, como se tivéssemos um acordo de cooperação com a Segurança Social, que não tivemos no quadriénio que passou, apenas foi assinado em dezembro do ano passado”, referiu, esperando continuar a contar com o apoio da autarquia.

Jorge Pinto de Almeida disse ainda que era sua vontade tornar a instituição que dirige sustentável e uma referência no concelho para “apoiar os que mais precisam", numa população cada vez mais envelhecida.

"Temos que oferecer qualidade, humanismo e profissionalismo, frisou.

Além do provedor da SCMC, tomaram também posse os membros eleitos da Mesa da Assembleia Geral, que tem como presidente o padre Hélder Sá, e os elementos do Conselho Fiscal, dirigido por Jorge Melo.

Com esta equipa podem contar com trabalho, dedicação e honestidade, rematou Jorge Pinto de Almeida.

Órgãos Sociais: 

Mesa da Assembleia Geral

Presidente - Hélder Sá

Secretário Efetivo - Joaquim Tomaz

Secretário Efetivo - Luís Araújo

Conselho Fiscal

Presidente - Jorge Melo

Vogal Efetivo - Vítor Dias

Vogal Efetivo - Fernando Ramos

Suplente - Manuel Teixeira

Suplente - Valdemar Correia

Suplente - Júlio Nascimento

Mesa Administrativa

Provedor - Jorge Pinto de Almeida

Vice-provedor - Anselmo Martins

Efetivo - Carlos Silva

Efetivo - Amílcar Gonçalves

Efetivo - Marco Terrão

Efetivo - António Dias

Efetivo - Carlos Latoeiro

Suplente - Américo Peres

Suplente - Maria José Pessoa

Suplente - Sónia Ferreira

Suplente - Eduardo Cruz

NOTÍCIAS CHAVES | Jorge Pinto de Almeida: “Temos que oferecer qualidade, humanismo e...