sexta-feira. 01.12.2023
A apresentação aconteceu no auditório do Museu de Arte Contemporânea Nadir Afonso.
A apresentação aconteceu no auditório do Museu de Arte Contemporânea Nadir Afonso.

O Grupo Cultural Aquae Flaviae apresentou, na passada sexta-feira, no Auditório do Museu de Arte Contemporânea Nadir Afonso de Chaves (MACNA), o seu mais recente trabalho, a Revista Nº 64, intitulada ''Caldas Santas de Carvalhelhos Fontes de Saúde e Inovação”.

Este foi também o momento para a Presidente da Direção do Grupo Cultural Aquae Flaviae, Maria Isabel Viçoso, dar a conhecer os três últimos números anteriores, editados regularmente, apesar do isolamento que a pandemia determinou.

O Nº 61 que memoriza o centenário do nascimento do mestre Nadir Afonso, o Nº 62 com trabalho devotado ao pioneirismo termal de Vidago e o Nº 63 com referência ao centenário da morte do flaviense António Granjo.

O Vice-Presidente da autarquia, Francisco Melo, presente na sessão de apresentação da nova edição, reconheceu o trabalho desenvolvido pelo Grupo Cultural Aquae Flaviae e seus colaboradores, “sendo um motivo de orgulho para todos, pois nem todas as cidades têm um grupo cultural que faça investigação, edição e publicação com tão elevada qualidade e rigor, constituindo-se já como um Património da cidade e da região”.

A Revista Nº64 historiografa espaços emblemáticos do Alto Tâmega, incluindo as Caldas Santas de Carvalhelhos, a Terra Medieval e o Castelo de Aguiar de Pena e De Baronceli a São Caetano de Ervededo. Homenageia o Professor Doutor Joaquim dos Santos Júnior, D. Nuno Álvares Pereira e Dª Leonor, figuras notáveis que muito contribuíram para o desenvolvimento da região flaviense e barrosã.

NOTÍCIAS CHAVES | Retoma dos encontros da Revista Aquae Flaviae com apresentação dos...