domingo. 04.12.2022
© Bombeiros.pt
© Bombeiros.pt

O Governo vai criar cinco comandos regionais e 23 sub-regionais de emergência e protecção civil em vez dos atuais comandos distritais de operações e socorro (CDOS), no âmbito da nova lei orgânica da Autoridade Nacional de Emergência e Protecção Civil (ANEPC).

Uma das salas sub-regionais, a do Alto Tâmega, vai ter sede em Chaves e, dia 2 de setembro (próxima sexta-feira) vai começar a ser testada, através de ligações telefónicas, testes tecnológicos e outros.

Além de Chaves, entram também em fase de teste as salas dos Comandos Sub-Regionais de Baião, Fafe, Vila Nova da Barquinha e Caldas da Rainha.

A informação, a que o Diário de Chaves teve acessofoi avançada hoje, pelo Presidente da ANEPC, General Duarte Costa.

A intenção do Governo é que "na circunscrição territorial correspondente ao território de cada comunidade intermunicipal existe um comando sub-regional de emergência e protecção Civil, dirigido pelo comandante sub-regional, coadjuvado pelo 2.º comandante sub-regional".

No comando nacional e nos comandos sub-regionais vão passar a funcionar salas de operação e comunicações.

O comando nacional de emergência e protecção civil, que actualmente tem a designação de comando nacional de operações de socorro, vai ser dirigido pelo comandante nacional de emergência e protecção civil, auxiliado pelo segundo comandante nacional e por cinco adjuntos, segundo a proposta.

NOTÍCIAS CHAVES | Salas de Operações de Socorro sub-regionais entram em fase de testes
Comentários