domingo. 25.02.2024
Uma das voluntárias na colocação de comida e água nas zonas afetadas pelos incêndios.
Uma das voluntárias na colocação de comida e água nas zonas afetadas pelos incêndios.

O grupo Ecologistas em Ação Galego-Transmontano tem percorrido as zonas mais afetadas pelos incêndios nos últimos dias para deixar vários alimentos e água para os animais que sobreviveram ao flagelo das chamas. Limitar a caça e plantar árvores mais resistentes aos fogos é outro dos objetivos deste grupo de voluntários galego-português.

Xosé Ramon faz parte do grupo Ecologistas em Ação Galego-Transmontano. Ele conta que a ideia surgiu de uma colaboradora em levar comida e água para os animais na floresta.

Toda a gente achou a ideia muito interessante e começamos a juntar dezenas de garrafões de água e a levá-los para diversos locais”, revelou. Os mesmos foram colocados em Oimbra, São Cibrão, em Videferre e Mandin (do lado galego) e em Cambedo da Raia, Vilarelho da Raia, Vilela Seca, Lamadarcos e Soutelinho da Raia (em território nacional).

O alimento é importante mas a água ainda mais. Os ribeiros neste momento estão todos secos, os poços não têm água… é uma situação que se irá prolongar no tempo e por isso mesmo vamos continuar a colocar água em vários pontos”.

Aqui os insetos também não foram esquecidos e por isso tem sido levada fruta, que já não está própria para consumo humano, para alimentar borboletas, libelinhas e outro tipo de animais invertebrados.

Garrafões serão depois recolhidos.
Garrafões serão depois recolhidos.

Xosé Ramon adiantou que pretendem avançar junto dos governos espanhol e português no sentido de que a caça seja limitada nos locais mais afetados pelos incêndios.

Outra das iniciativas que este grupo de voluntários pretende levar a cabo tem a ver com a plantação de árvores mais resistentes aos fogos.

Toda a ajuda é bem-vindo, por isso este voluntário convida a que mais pessoas ajudem a alimentar os animais. Os garrafões deixados nas zonas florestais serão depois recolhidos, garantiu o mesmo responsável.

Ecologistas em Ação Galego-Transmontano é um grupo que desenvolve atividades na área do ambiente e da natureza, com enfoque na fauna e flora na zona da Galiza e também na região do Alto Tâmega, e ainda no concelho de Vinhais. O grupo é constituído por cerca de 20 pessoas, entre galegos e flavienses.

No concelho de Chaves as chamas consumiram mais de 6.000 hectares de terreno e na Galiza mais de 3.000 hectares.

NOTÍCIAS EUROCIDADE | Voluntários distribuem comida e água pelos animais atingidos...