segunda-feira. 05.12.2022

OPINIÃO | No País dos Cogumelos

Com chuva e temperaturas amenas, saem os cogumelos selvagens. O treinamento botânico é essencial para sair para a serra e manter-se atualizado para não errar, identificar os cogumelos por suas características físicas e conhecer o nome em latim, comum a toda a comunidade científica internacional.

Os cogumelos podem ter muitas partes com várias formas e cores, que podem mudar no seu processo de crescimento e, dependendo das condições climáticas, às vezes, em períodos de tempo muito curtos.

Deve ser enfatizado com fungos e os frutos de alguns deles, que são os cogumelos que vemos a olho nu, são purificadores do ambiente natural. Eles são encarregados de limpar os restos de plantas e animais, são os parceiros de certas plantas que protegem, são alimento e remédio para os animais e também para os homens.

As mudanças climáticas estão muito presentes no mundo fúngico, algumas espécies desaparecem e outras típicas de latitudes diferentes aparecem. A mão do homem, através da coleta indiscriminada ou dos incêndios, acaba com parte dessa riqueza e o abandono do campo também é muito perceptível entre os fãs de cogumelos, pois onde antes havia pastagens, agora há montanhas e, em muitos casos, é um ambiente sujo, inacessível e nada propício à frutificação das espécies.

Não há regras de identificação populares e todos os anos há internamentos hospitalares devido ao consumo de cogumelos tóxicos. Em muitos casos, caminhar, fazer exercício, fotografar ou identificar espécies pode ser tão satisfatório quanto levá-los à frigideira

Ferramentas agressivas como sacos ou ganchos não devem ser usadas para coleta, devemos sair com uma cesta para recolhê-las, evitando um saco plástico, e teremos que rasgá-las com a ajuda de uma faca na base, tentando não danificar o meio, e verificar todas as partes do cogumelo.

Para quem se aproxima do mundo dos cogumelos pela primeira vez, o melhor é participar em palestras e andar de mãos dadas com alguém que tenha alguma experiência e formação. Deve começar aos poucos, sem querer saber tudo rapidamente.

O texto insere-se na obra do autor sobre cogumelos, "No País dos Cogumelos", disponível no site.

ALEJANDRO MINGUEZ
Foi redator do Faro de Vigo, locutor da Onda Cero Radio Minho e correspondente da agência de notícias Europa Press em Ourense, além de colaborador em assuntos micológicos para vários meios de comunicação. Na atualidade, faz parte da delegação de «La Voz de Galicia» em Ourense. Promotor da sala micológica Plan C em Celanova. Deu palestras sobre micologia na Galiza, Portugal, Brasil e País Basco. É um dos organizadores das Jornadas Micológicas de Celanova. Colaborador no Dicionário da Real Academia Galega em questões micológicas. Autor de uma dezena de livros informativos sobre cogumelos, sozinho ou na companhia de membros da sua família, em galego, espanhol e, agora, em português.

OPINIÃO | No País dos Cogumelos
Comentários