quarta-feira. 28.09.2022

OPINIÃO | Semana Europeia da Mobilidade arranca hoje com o tema “Melhores Conexões”

Programa da Semana da Mobilidade 2022 em Chaves.
Programa da Semana da Mobilidade 2022 em Chaves.

A Câmara Municipal de Chaves foi um dos primeiros concelhos que se comprometeu a participar na Semana Europeia de Mobilidade de 2022, que arranca hoje, sexta-feira, até 22 de setembro, participando ininterrompidamente desde 2003 até à atualidade, o que é um sucesso da autarquia e dos flavienses.  

O tema de 2022 é "Melhores conexões". Após o isolamento e as limitações impostas por causa da pandemia de COVID-19, torna-se importante aproximar as pessoas conectando-as através de conexões e encontros para passear e conviver.

Esta celebração é uma ótima oportunidade para promover ações de sensibilização e mobilidade sustentável assim como promover mudanças comportamentais em favor de soluções de mobilidade ativas e limpas, reduzindo as emissões de dióxido de carbono.

Para melhorar a qualidade do ambiente, proteger a qualidade do ar, assim como diminuir o aquecimento global e o ruído ambiental, é importante mudar atitudes e comportamentos no que se refere à mobilidade, como priorizar as deslocações a pé e a utilização da bicicleta, não há dúvida que estas opções aumentarão a segurança e qualidade de vida.

Os jovens são um elemento-chave para adquirir estes hábitos de transporte ativo e promover, na comunidade, iniciativas de mobilidade sustentável com mais espaços para os peões, para andar de bicicleta e para conviver localmente.  

Além da criação de locais de encontro, com o slogan Combina e Move-te!” pretende-se salientar a implementação de alternativas sustentáveis, a ligação com o meio físico, a multimodalidade e a cooperação, a combinação de soluções digitais e as soluções políticas mais saudáveis centradas nas pessoas.  

Assegurar que as infraestruturas e a mobilidade sejam sustentáveis a nível ambiental, social e económico é um dos desafios que as cidades devem enfrentar no futuro.

Será preciso transformar os centros urbanos em locais mais ecológicos, diversificados e inclusivos, construindo infraestruturas sustentáveis, isto é, desenvolvendo um sistema de apoio aos serviços em harmonia com o ambiente e as necessidades das pessoas. Criar uma infraestrutura para ciclistas é um bom investimento para apoiar este desenvolvimento.  

É preciso criar um Plano de Mobilidade Urbana Sustentável que reduza o impacte ambiental, que melhore a segurança rodoviária de todos os utilizadores da estrada, nomeadamente os mais vulneráveis como ciclistas, crianças, idosos e pessoas com deficiência.   

Melhorar a acessibilidade e lutar por uma energia limpa diminuindo a poluição atmosférica e sonora depende de todos nós. 

OPINIÃO | Semana Europeia da Mobilidade arranca hoje com o tema “Melhores Conexões”
Comentários